Voo Atrasado pode gerar indenização por danos morais em até R$ 20 mil!

Você precisa saber quais são os seus direitos nessas horas. Primeiro, porque é uma situação bem desgastante, ter que lidar com voos atrasados ou cancelados. Depois que, você pode ter um tempo curto para viajar como em uma viagem à negócios. Ou perder um evento, como um casamento, aniversário ou formatura. Imagina a seguinte situação: você é padrinho ou madrinha de um casamento, por motivos de trabalho precisa viajar pouco antes da cerimônia e, de repente, seu voo atrasa. Que problemão, não é mesmo?

Saiba tudo sobre as Indenizações por Atrasos em Voos
Viajar de avião demanda um certo nível de planejamento. Isso porque a viagem de avião envolve diversos fatores a serem considerados. O passageiro precisa estar preparado para evitar qualquer tipo de problema – que possa ser evitado – como esquecer documentos ou perder o voo por não chegar no horário.

Mas, quando é justamente o oposto que acontece e a sua viagem tem o voo atrasado? Chato, não é? A rotina de aeroportos, por si só, quando tudo dá certo, já demanda um certo gasto de energia. Com voos atrasados ou cancelados fica tudo ainda mais difícil do que minimamente já é.

Você sabia que, em muitas ocasiões, você sofre danos morais por isso? Você precisa saber quais são os seus direitos nessas horas. Primeiro, porque é uma situação bem desgastante, ter que lidar com voos atrasados ou cancelados. Depois que, você pode ter um tempo curto para viajar como em uma viagem à negócios. Ou perder um evento, como um casamento, aniversário ou formatura. Imagina a seguinte situação: você é padrinho ou madrinha de um casamento, por motivos de trabalho precisa viajar pouco antes da cerimônia e, de repente, seu voo atrasa. Que problemão, não é mesmo?

Saiba que são diversos motivos que geram atrasos em voos. Pode ser um problema técnico, um problema meteorológico ou qualquer outra causa. No Brasil, não importa qual seja a causa do atraso, a responsabilidade é inteiramente da companhia aérea.

Bom, infelizmente, você não consegue recuperar o tempo perdido por causa dos voos atrasados. Mas, a situação não é lá uma dificuldade a ser resolvida e você pode até verificar alguns fatores que podem ser determinantes para talvez evitar os voos atrasados.

Quanto tempo de atraso é considerado indenizável?
Mesmo causando um certo aborrecimento, uma viagem que tem o voo atrasado em até 4 horas é tolerável e, por isso, não é passível de indenizações. A partir de uma hora, a companhia aérea precisa garantir sua comunicação como telefone e internet. Se o atraso já estiver durando duas horas, a companhia aérea precisa providenciar alimentação para os passageiros. A partir de quatro horas, transporte e hospedagem. Ninguém merece ficar mais de quatro horas esperando por um voo atrasado sem ter ao menos condições dignas para tamanho constrangimento, não é mesmo?

Bom, quando a companhia aérea precisa conceder hospedagem para os passageiros, já se trata de um grande aborrecimento e passível de indenizações. Claro que isso não inclui problemas meteorológicos, esse fator não é algo que uma companhia aérea pode controlar. Embora a responsabilidade por prover toda uma assistência para o passageiro continue sendo da companhia aérea, voos atrasados por motivos meteorológicos não são indenizáveis.

O que auxilia uma ação contra a companhia aérea
Quase sempre, o valor da indenização oferecido pela companhia aérea não é compatível com os prejuízos causados pelo atraso do voo. Isso sem contar com os transtornos emocionais que não podem ser ressarcidos, os danos morais.

O envio de documentos auxilia nessas horas. Sejam fotos como as de painéis de embarque, registro de reclamação, declaração de atraso, troca de e-mails ou documentos pessoais ou até mesmo algum documento que comprove um evento que você pode ter perdido com voos atrasados. O envio digital desses documentos faz com que não seja necessária sua presença na hora dos trâmites.

Algumas dicas para evitar problemas de atraso no voo
Incidentes acontecem, mas até um certo ponto, para tentar minimizar essas grandes chateações provocadas por voos atrasados, você pode verificar alguns fatores como o histórico do aeroporto, a quantidade de voos da mesma linha, os avisos sonoros do aeroporto, o excesso de passageiros, ainda mais em período de férias e a consulta da sua reserva. Esses são fatores determinantes para que sua viagem corra bem, pelo menos, no tocante ao que depende de você!

O histórico do aeroporto
É sempre bom quando você verifica se o aeroporto já tem um histórico de voos atrasados. Assim, você já terá uma grande noção de como geralmente as coisas acontecem por lá.

Pergunte aos seus amigos ou pessoas próximas que conhecem e busque informações em quantas fontes forem necessárias.

Segundo alguns estudos e estatísticas dos aeroportos, geralmente esses atrasos se dão por conta das condições climáticas do local e, além disso, voos que são feitos a noite têm mais chances de atraso do que voos durante o dia. Então, já sabe. Se por acaso tiver que passar por um aeroporto, em uma localização com condições climáticas que prejudiquem o voo, já saiba que a chance de um atraso ocorrer é um pouco maior do que em aeroportos que não têm essas características.

A quantidade de voos da mesma linha
Sempre verifique a quantidade de voos da mesma linha que irá viajar, bem como, com a mesma rota. Assim, em caso de atrasos fica mais fácil ser realocado para um outro avião.

Os avisos sonoros
Quando for voar, você terá tempo suficiente para ouvir músicas, podcasts ou qualquer outra coisa que você goste de fazer para relaxar ou passar o tempo. Por isso, enquanto estiver aguardando o seu voo, não fique desatento! Preste atenção aos avisos sonoros do aeroporto em que você está. A troca de portão de embarque é um procedimento comum e pode acontecer com o seu voo.

O excesso de passageiros
O alto volume de passageiros pode ser motivo de atraso, tanto no embarque como no desembarque. Esteja preparado para essa situação porque ela pode acontecer.

Consultar sua reserva
Na véspera do voo verifique sua reserva pela internet. Pode ser que alguma mudança tenha acontecido, a ponto da companhia aérea não ter tido tempo de informar. Imprevistos acontecem. Vai que…

Época de férias
Em época de férias o excesso de passageiros pode ser ainda mais provável. Então, fique preparado para a grande quantidade de pessoas que, assim como você, estão prestes a embarcar ou desembarcar.

Em relação a ANAC: Quais seus direitos?
A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) preparou um guia para esses casos. Segundo ela, os direitos para os passageiros cujo voo atrasou mais de quatro horas, se dividem em duas categorias que veremos a seguir: se o passageiro estiver no aeroporto de partida ou se o passageiro estiver em aeroporto de escala ou conexão.

Direitos para aeroporto de partida
Ser reembolsado integral. Isso inclui a tarifa de embarque. Com o reembolso, a assistência material por parte da companhia aérea já não é necessária.

Remarcar o voo para o dia e a hora que o passageiro optar. Um dos direitos que também isenta a companhia aérea de prestar assistência material.

Realocar o passageiro para o voo mais próximo da companhia aérea, havendo disponibilidade de assentos. Nesse caso permanece a assistência material para o passageiro por parte da companhia aérea

Direitos para aeroporto de escala ou conexão
Receber reembolso integral e retornar para o aeroporto de embarque sem qualquer custo. A assistência material permanece por parte da companhia aérea.

Permanecer no local em que ocorreu a interrupção e receber o reembolso do trecho que não ocorreu ainda. Sendo desse jeito a companhia aérea pode suspender a assistência material do passageiro.

Realocar o passageiro para o voo mais próximo tanto da mesma companhia aérea como de outra, havendo disponibilidade de assentos. Nesse caso permanece a assistência material para o passageiro por parte da companhia aérea

Concluir a viagem por outra modalidade como ônibus, trem, van e etc. A assistência material permanece por parte da companhia aérea.

Remarcar o voo para o dia e a hora que o passageiro optar. Um dos direitos que também isenta a companhia aérea de prestar assistência material.

Agora você está por dentro de tudo para poder viajar em paz e saber como reagir nessas situações. Você pode entender que imprevistos acontecem, mas que por conta deles você tem direitos que precisam ser respeitados para não causar danos morais.

Nada mais desconfortável do que ter o voo atrasado e ainda passar por situações constrangedoras, como o descaso da companhia aérea que você escolheu para comprar as passagens.

Ah! Também vale a pena dar uma atenção especial para nossas dicas de como evitar atrasos ou ao menos minimizar ao máximo a chance de um atraso acontecer. No fim das contas, você fica com a consciência tranquila por ter feito a sua parte, não é?

Você teve esse tipo de problema? Procure um advogado de sua confiança!

Show Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>